quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

life is a bitch




Life is a bitch


Diga que deus está morto e conheça
318 protestantes contra o abismo da fé
todos em guarda à borda do deslizamento
gritando-te impropérios num falso aramaico
exorcizando tua língua profana
enquanto têm seus corpos cozidos
pelo vulcão cuspindo dízimos.
Escreva que viver não vale a pena
e ganhe de brinde
669 pseudo-hippies-liberais
amantes inveterados da paz
felizes à beça – enrolando
suas ervas, “o que está rolando?”
encarando a realidade de costas
e com muito lubrificante
limpam suas catapultas, desvestem
as carapaças e te atiram à cova dos leões.
Ceda à hipocrisia e se entregue
ao ópio com os jovens nos bares
siga o mantra: “a vida é bela”
use palavras difíceis para vencer
qualquer discussão sem fundamento
e acorde com um tumor generalizado
o sol queimando o quarto em seu último
dia na Terra – realidade apocalíptica
amanhece em céu vermelho de anjos
sem paraíso: sexualizam-se para conseguir
abrigo, enturmam-se entre os brindes
de alto teor alucinógeno, ouvem a última
trombeta e viram de uma vez as sete taças
afundam-se no mesmo declínio humano, caem
incessantemente de um espaço
a outro, tanto faz, qualquer camada
é o mesmo inferno:
Benvenuto!


(Lara Amaral – 31/12/2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário