segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Festival de Cinema de Gramado



Este Festival de Cinema nasceu em uma das cidades mais importantes da Serra Gaúcha, Gramado, famosa por seu típico chocolate, por este evento cinematográfico e pela popular Festa de Natal. Instituído em 1973, o Festival de Gramado elevou o status desta pequena comunidade, tornando-a conhecida não só em todo o país, mas também internacionalmente.


A cidade recebe, a cada ano, uma média de 150 mil turistas que aí desembarcam para acompanhar a agenda do Festival e ver de perto seus ídolos, frente ao Palácio dos Festivais, sede do evento. De 1992 para cá esta iniciativa cultural inclui também filmes latino-americanos, o que justifica seu nome oficial, Festival de Cinema Brasileiro e Latino. Nos anos 80 ele atingiu seu apogeu, sendo então considerado o festival mais significativo do país.
36º Festival de Cinema de Gramado
36º Festival de Cinema de Gramado
Seus organizadores estruturam este evento dividindo-o em três mostras de natureza competitiva – filmes de longa-metragem brasileiros; películas de longa-metragem estrangeiros; filmes de curta-metragem brasileiros. Além disso, consta em seu calendário oficial a Mostra Informativa, a qual inclui longas-metragens brasileiros ou estrangeiros, porém fora do circuito competitivo.


O Instituto Nacional de Cinema o torna oficial em janeiro de 1973, e sua produção é assumida pela Prefeitura Municipal de Gramado, através da Associação de Cultura e Turismo de Gramado, a ACTG. O Festival tem também o suporte do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Governo Federal e Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul.


A idéia deste Festival surgiu da popularidade de um evento realizado ao longo da Festa das Hortênsias, entre 1969 e 1971. Tanto os artistas, quanto os jornalistas, os turistas e os residentes de Gramado celebraram este acontecimento, o que propiciou posteriormente a institucionalização da Mostra de Cinema. A Prefeitura, ao lado da Companhia Jornalística Caldas Júnior, a Embrafilme e a Funarte, e igualmente apoiada pelas secretarias de Turismo e de Educação e Cultura do Estado, levantou a bandeira em prol do projeto e o tornou viável.
O Festival tem como meta revelar o que há de novo na produção cinematográfica brasileira e latina, concorrendo para disseminar as obras e talentos que despontam neste campo, promovendo discussões, conferências, encontros, painéis, a divulgação das mais recentes publicações, entre outros tantos eventos conectados à esfera do cinema.


Ele tem sido realizado há 36 anos, sem nenhuma suspensão, sendo membro oficial do calendário internacional de festivais de cinema. O 1º Festival do Cinema Brasileiro de Gramado ocorreu de 10 a 14 de janeiro de 1973, sendo posteriormente repetido anualmente, a princípio na época do verão, depois na estação outonal, e a partir da década de 90, sempre em agosto.


O prêmio concedido por este Festival, o Kikito – Deus da Alegria – tem estimulado e inspirado diversos artistas ao longo dos anos. Depois de passar por uma fase mais caracterizada pelo sensualismo e pelas atrizes desnudas, ele consolidou-se durante a década de 70, nos difíceis anos da ditadura, ganhando nos anos 80 a aura de um dos mais importantes festivais de cinema do Brasil. Atualmente ele é um espaço imprescindível para o desenvolvimento da cinematografia nacional.


por ana lucia santana


Fontes:
http://www.festivaldegramado.net/regulamento
http://www.festivaldegramado.net/index.php


Nenhum comentário:

Postar um comentário