terça-feira, 7 de dezembro de 2010

grafia pele grafia



da tua boca quero o beijo
desejo
que não seguro

já te perdi no passado
agora te tenho presente
mas não sei nosso futuro

do teu corpo quero o cio
como nas prais do rio
seja mar onde quiser

na tua língua a voragem
com toda sagaranagem
que entre teus seios couber

que venha o sangue suor o fluxo
no teu pulsar onde pulso
nas ondas do teu impulso
esteja mar onde estiver.

arturgomes
http://musadaminhacannon.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário